Início » Destaques » As camionetes roubadas da secretaria estão avaliadas em R$ 600.000

As camionetes roubadas da secretaria estão avaliadas em R$ 600.000

As três camionetes L200 roubadas na noite de segunda-feira do pátio da secretaria de infraestrutura estão avaliadas em mais de R$ 600.000,00. Elas foram repassadas ao estado em outubro do ano passado através de um convênio assinado com o Ministério da defesa. Na época foram entregues a secretaria de infraestrutura 06 camionetes. Atualmente elas, tem menos de 9.000 quilômetros rodados, o que, para uma camionete significa que está seminova.

Quando foram pegar os veículos os bandidos já sabiam qual levar, tinham informações privilegiadas das condições das camionetes.

Segundo a secretaria de segurança, as camionetes se tornaram a melhor moeda de troca por drogas na fronteira. As quadrilhas estão se especializando em furtar e roubar esses veículos, inclusive do poder público. No ano passado uma camionete foi furtada da secretaria de agricultura, e outras duas da prefeitura de Plácido de Castro.

No ano passado a secretaria de segurança ofereceu um sistema de monitoramento dos veículos para as mais de 30 secretarias de estado, apenas 7 instalaram os rastreadores, que ficariam interligados com o sistema de segurança pública. Para variar, Deracre e Seinfra, que tem os pátios com caminhões, máquinas e muitas camionetes abriram mão do sistema. Aliás nos prédios não existem câmeras de câmera e os vigilantes ficam desarmados, facilidades que atraíram as quadrilhas especializadas em roubos de carros.

Durante a ação, os bandidos fizeram 07 reféns. Um deles é o diretor presidente do Deracre, Petrônio Antunes, a chefe de gabinete Sula Ximenes, o motorista do Petrônio, o empresário Francisco Salomão e 3 vigias que estavam nos prédios.

Os bandidos renderam o grupo quando estavam nessa mesa na parte externa da sede do Deracre. Depois se dirigiram para onde estavam as camionetes no pátio da Seinfra que fica ao lado.

Os reféns foram levados para a estrada de Porto Acre e liberados 5 horas depois, quando passava das 02:00 da manhã. O Secretário de segurança pública, Paulo Cézar, acredita que esse foi o tempo que os bandidos usaram para levar o veículo para a região de fronteira com a Bolívia.

De acordo com a polícia os reféns passam bem e não sofreram violência física. Ficaram na mira de revolveres até a ordem para liberta-los, possivelmente com a chegada das camionetes na fronteira.

Fonte Tribuna

Veja também

Caminhoneira influencer Aline Fuchter sofre acidente em rodovia entre Porto Esperidião e Pontes e Lacerda

A caminhoneira e digital influencer Aline Fuchter, conhecida como “Musa das Estradas”, se envolveu em …