Início » Notícias » Educação e Cultura » Coren Rondônia afirma compromisso com a segurança de profissionais da Enfermagem

Coren Rondônia afirma compromisso com a segurança de profissionais da Enfermagem

Quanto ao fato ocorrido no último domingo (17) no Hospital de Pronto Socorro João Paulo II, quando uma paciente psiquiátrica surtou e agrediu profissionais de Enfermagem da unidade, o Conselho Regional de Enfermagem de Rondônia (Coren-RO) afirma que está finalizando relatório técnico para ser protocolado ainda esta semana no Ministério Público e no Ministério Público do Trabalho solicitando as devidas providências.
Na terça-feira (19), após o episódio, uma equipe do Departamento de Fiscalização do Conselho esteve no local para verificar as necessidades e condições de trabalho dos profissionais. Fiscalização anterior ao fato já havia acontecido no hospital para conferir o atendimento dentro da rede de saúde mental, considerando que o JPII também é porta de entrada para as emergências psiquiátricas no estado.
Na oportunidade, uma recomendação foi encaminhada à direção com a orientação para a constituição de um grupo de trabalho e a elaboração de estratégias para o acolhimento terapêutico. O grupo de trabalho deveria discutir, inclusive, a segurança dos profissionais de Enfermagem que lidam com o atendimento a esses pacientes.
Diante da situação ocorrida e as demandas apuradas na fiscalização do último dia 19, o Coren encaminhou para a Secretaria de Estado de Saúde (Sesau), e de Segurança (Sesdec), a necessidade de reforço de segurança de apoio aos servidores da Enfermagem e as medidas cabíveis dentro do atendimento de emergência.
O Coren Rondônia sugere ainda às instituições competentes a transferência da porta de entrada das emergências psiquiátricas para outra unidade de saúde, já que o JPII não possui estrutura física adequada para esse tipo de atendimento, e reitera que a segurança e devidas condições de trabalho dos profissionais estão incluídos na legislação que rege a Enfermagem, sendo também uma prerrogativa do Conselho a fiscalização e encaminhamento em relação a casos como o ocorrido.

Fonte; ASCOM COREN RO
Atendimento especial devido à pandemia:
8h às 14h
(69) 3223-4737

Veja também

Ismael Crispin debate implantação de unidade do IFRO em Extrema

Deputado esteve reunido com o reitor do IFRO professor Uberlando Tiburtino Leite e equipe para …